De um livro personagem

 

 

Surgias numa mensagem
do coração.

Desejei-te!
Como uma visão,
nas palavras, vislumbrei-te.

Eras, de um livro personagem.

Com ternura,
na memória,
alimentei-te.
Pura.
Sempre na esperança
que uma lembrança,
um dia,
                passasses a ser
e que uma fantasia,
uma noite,
                       deixasses de ser.

Reforçado pela oração,
algo me fazia crer
que essa magia
pudesse acontecer.

Permaneceste aparição.
Apenas num momento fátuo,
                                                           etérea.

Nós os dois, um duo?
Não viria a ocorrer.

Continuavas, de um livro personagem.

O meu ser, enchias.
Mas, a minha alma
com o vazio preenchias.

Hesitei
e perdi a coragem.
Agora sei,
que nunca te abraçarei.

Ficaste, de um livro personagem.

 

in √81 = IX ?

9 responses

  1. poema de (c)oração.
    dia solar.

    mariah

    Junho 3, 2008 às 10:54

  2. Maravilhoso, Vicente!

    Desta vez, poeta dos sonhos, me fizestes chorar.
    Por desejos tão escondidos que na memória e na poesia, chamas de livro.

    Fantástico!

    Beijos

    Mirze

    Agosto 20, 2010 às 00:37

  3. Maria Antónia Moreira Anacleto Pereira Leite

    Guardei este poema. A minha alma se preenche e o meu ser continua vazio.

    Agosto 20, 2010 às 11:54

  4. TV

    Também gostava de ser personagem dum livro assim

    Teresa

    Agosto 21, 2010 às 20:33

  5. Nicas

    Ser tudo menos uma personagem.

    Lindo poema!

    Agosto 22, 2010 às 23:21

  6. Célia Batalha

    A mim, renovou-me a esperança.

    Que lindas palavras!

    Célia

    Agosto 23, 2010 às 16:05

  7. Maria dos Anjos

    Que belo poema

    O desejo que se guarda na recordação.

    Maria dos Anjos

    Agosto 25, 2010 às 15:47

  8. Lindo, Vicente!

    A materialidade/concretude, neste caso, condiz à ficção, onde as coisas tornam-se possivelmente críveis. Isso não significa que inexiste, mas vem de outra ordem…

    Belo poema, meu amigo. Muito gostei de lê-lo!

    Beijos com carinho,
    H.F.

    Agosto 28, 2010 às 16:31

  9. pin gente

    gostei, vicente!
    um lamento terá tal personagem

    um beijo
    luísa

    Setembro 1, 2010 às 23:23

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s