Ser Poeta

 

ser poeta é ser tudo e nada.
é ser narrador e explorador.
é passar para além da entrada
e participar no mundo de dor e amor.

ser poeta é ser escultor
do que se vê, se sente e não se finge.
é ser eterno sonhador
e ansiar alcançar a pureza da Esfinge.

ser poeta é ser inventor.
é desejar que as palavras tenham vida.
é, por elas, ser criador
de esperança, na lembrança conseguida.

e também ser,
no todo que é nada
e no nada que é todo,
é ser poeta.

 

in Espelhos e Outras Faces

6 responses

  1. Vida

    Que belo dom!! Parabéns

    Outubro 21, 2009 às 14:59

  2. o eterno fingidor – disse um POETA

    .
    um beijo

    Outubro 23, 2009 às 12:54

  3. O fingidor que não finge.

    É uma imagem curiosa.

    Outubro 23, 2009 às 22:44

  4. Ser poeta é ter a vida toda nos sentidos…
    És poeta.
    Um abraço.

    Outubro 24, 2009 às 15:14

  5. Bela definição do que é ser poeta! Divagam muitos pensadores e chegam a lugar nenhum. A certeza é o reconhecimento, mas é necessário muito mais que isso. A conscientização do uso da palavra, a construção em harmonia, etc…
    Mas sabe, Vicente, eu não só desejo, mas acredito que as palavras tem vida.

    Muito bom!

    Parabéns, amigo

    Beijos

    Mirse

    Outubro 29, 2009 às 07:30

  6. Hi,

    thanks for the great quality of your blog, each time i come here, i’m amazed.

    black hattitude.

    Novembro 1, 2009 às 20:23

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s