Renascer

 

o tempo,
sensorial e não só,
é uma dádiva porque provém do Ser e de ser existência.

talvez tudo derive da fonte hermética e todos os dias o universo se pense.
talvez a consciência (des)fragmentada na fluidez do movimento
aconteça no piscar dos sonhos,

onde somos água em evolução!

6 responses

  1. Bardo

    gostei da água…

    Setembro 29, 2009 às 17:25

  2. Paulo Branco

    Tempo, ser, existência, pensamento, fluidez.

    Mudança? Heráclito?

    Setembro 30, 2009 às 22:01

  3. Talvez o tempo faça e desfaça a existência que as mais espessas sombras nos escondem, para podermos ser “água em evolução”.
    Um abraço, Vicente.

    Outubro 1, 2009 às 11:04

  4. Lindo, Vicente!

    Sim, não passamos de água em permanente evolução!

    Parabéns, POETA!

    beijos

    Mirse

    Outubro 3, 2009 às 00:20

  5. Suzana

    Águas do tempo,
    névoas em existência.

    Outubro 3, 2009 às 23:40

  6. Meu nome já diz:
    RENATA…

    Outubro 6, 2009 às 03:04

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s