Multitopia

 

na expansão termodinâmica,
que faz irromper água cristalina,
ainda permanecem os fluxos do tempo.

e na luz viaja o silêncio da criação.

sonho com cometas azuis!

10 responses

  1. Philippe Bonolas

    Este poema é um diamante.

    Literalmente e visualmente!

    Abril 10, 2009 às 16:56

  2. Mais um belo trabalho, simplicidade e beleza.
    Feliz Páscoa para si amigo,
    Nuno

    Abril 11, 2009 às 16:53

  3. fluido

    que

    sacia

    Abril 11, 2009 às 18:03

  4. “e na luz viaja o silêncio da criação”

    Belos versos.
    Boa Páscoa!

    Paulo

    Abril 12, 2009 às 11:30

  5. QF

    Sim, não há apenas uma utopia.

    Abril 12, 2009 às 11:31

  6. Lindo este sonho em tons de azuis
    Boa páscoa
    beijos

    Abril 12, 2009 às 20:35

  7. Viajar na luz o silêncio da criação… Belíssima imagem.
    Um abraço.

    Abril 13, 2009 às 12:49

  8. sonho com palavras que sobram
    sonho com verbos que estalam
    sonho com a pele
    as unhas
    os pés em sangue
    o caminho dos caminheiros
    a urze das longas estradas de neve

    sonho com um poema que nada diz
    apenas sente com os lábios
    do corpo

    jorge vicente

    Abril 14, 2009 às 16:01

  9. Maravilhoso!

    “na luz viaja o silêncio da criação”

    Quanta profundidade nesse verso!

    Dá para sonhar uma semana ou mais!

    Aplausos!!!!

    Abraços

    Mirse

    Abril 14, 2009 às 17:29

  10. ~pi

    em mim tudo se

    tende

    ( es

    tende ________________________

    ao

    silêncio

    ~

    Abril 16, 2009 às 15:32

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s