Dialéctica das Consciências

A Shift

“A Shit” by Lily Shewan

 

No cerne do mundo
está a exposição de Entes.

Nessa massa original,
o informe individual,
aprende,
educa-se
e desenvolve-se.

A forma aparece
na moldagem da inteligência.

A transição dialogante entre os homens,
acontece
no exterior e nos desafios da Natureza.

Entre o Ser, o Outro e os demais universos
– tangíveis e intangíveis –
há um nexo indissociável.

E,
resultante dum processo de auto-afirmação,
o Eu existe pelo confronto.

Mas a Consciência apenas evolui no respeito!

 

in Metafísica [Poética]

13 responses

  1. Jorge Antunes

    Inteiramente de acordo.
    Presumo que aprecie os clássicos.
    O Vicente Ferreira da Silva já ido, deve estar orgulhoso.
    Continue assim e obrigado.

    Maio 3, 2008 às 17:28

  2. Paulo Branco

    Estou a ver que tenho que ir procurar o livro que originou este poema.
    Excelente.

    Maio 8, 2008 às 16:40

  3. Caro Vicente.

    A leitura de suas escritas tem me sido um prazer [e aprendizado] indescritível. Muito tenho a agradecer-lhe pelo contato.

    Gostaria [muitíssimo] de ler o Metafísica [poética].

    Saudações,

    Hercília F.

    Novembro 3, 2008 às 03:49

  4. EF

    E se a consciência evoluir no respeito, também a humanidade o fará.

    Seria muito bom que assim fosse, mas julgo que ainda somos bárbaros demais.

    Fevereiro 9, 2009 às 18:16

  5. AD

    “Nessa massa original,
    o informe individual,
    aprende,
    educa-se
    e desenvolve-se.”

    Na evolução do caminho …

    Fevereiro 9, 2009 às 18:19

  6. Victor

    Sabedoria expressa em palavras.

    Obrigado
    Victor

    Fevereiro 10, 2009 às 21:15

  7. Felicio

    VFS…O Deus das palavras, ao ler os seus poemas cresci interiormente e consegui ultrapassar algumas adversidades da vida, desde já lhe agradeço só o facto de ter nascido e para bem da humanidade e da escrita em Portugal, continue a brincar sabiamente com as palavras, pois é disto que a nossa literatura precisa e quem sabe daqui por uns anos os meus bisnetos não aprenderão na escola…Quem foi o grande Vicente Ferreira da Silva-PORTUGUES.
    Deste seu seguidor
    Felicio

    Fevereiro 11, 2009 às 01:29

  8. o Eu parece nunca achar o molde certo, fica por aí, experimentando um e outro, desde que não tome o do outro, por mim tudo bem.

    Fevereiro 11, 2009 às 16:02

  9. “Mas a Consciência apenas evolui no respeito!”

    Que pena que hajam tantos inconscientes no mundo.

    Vasco

    Fevereiro 12, 2009 às 01:45

  10. Adorei a dialéctica e a consciência que o conteúdo do seu blog me permitiram.

    Voltarei!
    Obrigado.

    Vitor Sousa

    Fevereiro 13, 2009 às 22:40

  11. Realmente, aqui, o ente “… aprende, educa-se e desenvolve-se.”

    Excelente poema!

    Pedro

    Fevereiro 14, 2009 às 22:28

  12. Os Entes, o Eu o Outro, a proximidade e distância que interage no universo.

    VFS… DEMAIS!

    Puro crescimento!

    Beijos

    Mirse

    Junho 4, 2009 às 19:44

  13. Maria Madalena Schuck

    Realmente, sabedoria expressa em palavras,
    muito grata pela bela partilha!
    Adoro seus poemas, tem muito a dizer-me…
    Beijos.

    Novembro 19, 2010 às 13:45

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s