Fragmentos


Earth Wind and Fire, originally uploaded by Philippe Sainte-Laudy.

 

tens utopias. imagens a desbravar.
procuras o ser da obra
mas esquinas acontecem.
estranhamente,
as quimeras permanecem fantasias
e todo o nada que te preenche são ondas que se revolvem.

és actor!
pasmas perante a miríade do divino.
no celebrar da dádiva,
todos os elementos recriam as cores da emoção
completando o místico do sagrado,
o primordial sopro da vida
da luz regente das manifestações do inteiro.
e o que é, transfigura-se no que for.

Céus de fogo, Terras rubras, Ventos azuis.
no diadema das águas desnudas.

e só aqui, cativados,
os universos pulsam como no inicio.
regressando ao abraço redentor das Mães
onde o choro purificado se renova.

fulminado pelas fendas das lágrimas
entregas-te ao sentir do ânimo.
afagas os contornos da beleza.
só depois poderás insufla-la com vida.

parcialmente libertas o cerne da tua condição.
alguns dos teus feitos serão mímicas abnegadas.

somente assim também serás no amor à criação
ou no perpetuar da eternidade.

 

in Diálogos, Epístolas Inertes

19 responses

  1. Entre sonhos e fantasias, há máscaras de emoção, e descobertas de amor e eternidade!
    Belíssimo o teu poema Vicente, com versos de beleza ímpar!

    Beijo

    Janeiro 7, 2009 às 23:38

  2. sorriso
    Pois é.
    Dar vida à Vida é um Milagre!
    Sempre assim o considerei.

    beijinho

    Janeiro 7, 2009 às 23:41

  3. De fogo !
    Um prazer ler este belíssimo poema vivo !
    abraço_________ JRMARTO

    Janeiro 7, 2009 às 23:53

  4. … tens a Terra e o Universo!

    … tens essa perfeição,

    de aceitar

    face a face,

    essa vontade suprema,

    que distingue a vontade dos deuses

    na perfeita criação!

    * profundus

    Janeiro 8, 2009 às 01:36

  5. tão belo, tão belo!…

    Janeiro 8, 2009 às 12:35

  6. “parcialmente libertas o cerne da tua condição.
    alguns dos teus feitos serão mímicas abnegadas.”

    Que dizer dum poema deste?
    Isto é o som do silêncio.

    Vou levá-lo.
    Obrigado
    Paulo

    Janeiro 8, 2009 às 16:27

  7. Fragmentos?

    Mas estes fragmentos são um todo!

    Grandioso poema.
    Ana

    Janeiro 8, 2009 às 16:31

  8. É a vida que se renova a cada ciclo, de ilusão, de amor, de cumplicidades entre o Divino e a Natureza.

    A água e o fogo cumprem o seu destino, acalentados pelo reavivar das suas condições.

    Um abraço e um excelente ano recheado de poesia.😉

    Janeiro 9, 2009 às 09:23

  9. Poesia telúrica. Procurando a raiz do ser. Muito bom.

    Convido-te a visitar o meu espaço. Beijo

    Janeiro 9, 2009 às 11:34

  10. TV

    Surpreende-me sempre que passo por aqui.

    Onde se pode comprar o Comentários na face da Noite?

    Teresa Veloso

    Janeiro 9, 2009 às 11:36

  11. “e só aqui, cativados,
    os universos pulsam como no inicio.
    regressando ao abraço redentor das Mães
    onde o choro purificado se renova.”

    Vicente,

    o seu blog é um cosmos em poesia.

    Janeiro 9, 2009 às 11:40

  12. De esquina em esquina, de quimera em quimera, um dia os fragmentos se juntarão.

    Abraço,

    PAZ e LUZ

    Janeiro 10, 2009 às 00:17

  13. Sou actor, mas também sou na sua criação.

    Belíssimo poema!

    Jorge

    Janeiro 10, 2009 às 19:42

  14. Julia Ribeiro

    Belíssimo, porque tem vida !

    Janeiro 12, 2009 às 17:17


  15. gostei imenso!

    Fevereiro 4, 2009 às 15:35

  16. EF

    Fragmentos que fazem o todo da criação.
    Excelente poema!

    Fevereiro 6, 2009 às 18:28

  17. AMC

    Este poema é uma recriação do Ser do homem.

    É, simplesmente, fantástico!

    António

    Fevereiro 15, 2009 às 16:26

  18. Susana Moraes

    Até me arrepiei.

    Belíssimo!

    Março 30, 2010 às 12:06

  19. Maria Antónia Moreira Anacleto Pereira Leite

    Isto é vida, beleza…
    “…regressando ao abraço redentor das Mães
    onde o choro purificado se renova…”
    Excelente e digno poema. Gosto tanto

    Agosto 4, 2010 às 13:32

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s