Fátuo

Nasci
para viver no caos
humanamente ordenado.

Vã esperança,
tentar ordem na génese divina.

Não deixou de ouvir Beethoven?

Mas a harmonia não cessou …

 

in Da Natureza e Afins

8 responses

  1. caos, ordem, Beethoven, harmonia.

    Bela construção de palavras

    Novembro 30, 2008 às 00:21

  2. Belo poema.
    Abraços

    Novembro 30, 2008 às 16:13

  3. e

    nascer…

    a harmonia em palavras…

    bjs

    *

    Novembro 30, 2008 às 17:35

  4. riahnnon

    hoje também a POESIA saiu à rua
    encontrou a MÚSICA e
    tocou.a

    BELÍSSIMO

    .
    um beijo
    gabriela rocha martins

    Novembro 30, 2008 às 17:50

  5. A música do silênio e das palavras…
    Belo, o poema.
    Um abraço.

    Novembro 30, 2008 às 19:22

  6. Salvé!
    Belo poema.
    Gostaria de ressalvar… – e peço desculpa por isso – o tom de uma única palavra: INATINGÍVEL. A minha forma de sentir e entender – ou vice-versa – pela longa travessia que sustento, é que…se somos todos UM, e se respiramos com o UM, e existimos no UM, concentrando em nós todos os elementos, então, nada é INATINGÍVEL!

    Grata por este momento

    Mariz

    Dezembro 1, 2008 às 17:32

  7. Valeu a pena voar até aqui.

    Dezembro 4, 2008 às 18:38

  8. Este blog é fabuloso.
    Voltarei mais vezes.

    Queiroz Fernandes

    Fevereiro 10, 2009 às 21:23

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s