Em Creta

Creta 04, originally uploaded by vfswa.

Em Creta,
são dois os horizontes:
O azul denso do mar
e o azul claro do ar.

A luz manifesta os seus odores:
Do amarelo ao amanhecer
até ao laranja do entardecer.

Em Creta,
na noite escura como o bréu,
apenas um manto de estrelas
distingue a terra do céu.

in Geografia e outras Circunstâncias

4 responses

  1. “ouço o silêncio chamar
    o suave ondular do mar
    a luz manifesta

    ouvi o silêncio chamar”

    Julho 3, 2008 às 19:48

  2. oceanus

    “ouço o silêncio chamar

    O azul denso do mar
    e o azul claro do ar”

    …tão límpido e tão profundo …

    Julho 3, 2008 às 22:48

  3. em Creta como cá, todas as palavras se vestem do belo

    Julho 4, 2008 às 14:32

  4. pedreiro-escravo...de cedofeita

    Pois.
    …seja por deformação profissional ou não, agrada-me particularmente a repetitiva martelada… em “Creta”.
    Tal como “em Alcácer eram verdes” ou “eu gosto de vc leaozinho” ou “essas mulheres de Atenas” ou mesmo “um ninho de malfamagrifos”, martelar o refrão dá-nos a percepção da essência…

    Julho 28, 2008 às 15:11

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s