Prece à Lua

Ó Princesa dos Astros!
Ó Senhora das marés!

Nos teus domínios me aventurei
em teu manto prateado me banhei.
Enquanto caminhei, a tua face nova vi.
E, quando naveguei, a tua face cheia vi.

Agora que a casa regresso,
isto é o que te peço:
Que a tua luz seja crescente,
a tua sombra minguante.

Faz deste pedido um dos teus desígnios.

in Geografia e outras Circunstâncias

4 responses

  1. deixo-te a Rosa de prata
    para este belíssimo poema.
    Virá a Rosa de Ouro.

    mariah

    Junho 22, 2008 às 01:17

  2. Que o desígnio se cumpra. A Lua é fantástica e apaixonante.

    Serenos sorrisos

    Junho 22, 2008 às 11:52

  3. A fotografia casa tão bem com as palavras de louvor do poema.

    Um abraço,

    Silvia

    Junho 22, 2008 às 20:10

  4. Mir

    O mais belo que aqui li.

    Junho 22, 2008 às 20:50

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s